Um site bem ranqueado graças a uma boa estratégia de SEO melhora o tráfego de possíveis clientes, o que pode elevar consideravelmente a sua taxa de conversão. Veja agora 7 dicas infalíveis de SEO para conquistar um bom ranqueamento.

SEO é um tema muito falado hoje em dia, mas talvez pouco compreendido e por isso pouco praticado. Um site bem ranqueado graças a uma boa estratégia de SEO melhora o tráfego de possíveis cliente e por consequência pode elevar consideravelmente a taxa de conversão. Mas para entender como o ranqueamento funciona, e como seu site pode estar bem posicionado nos sites de busca, precisamos voltar um passo atrás e compreender o termo SEO.

O que é SEO e SEM?

O SEO (Search Engine Optimization) não se difere de SEM (Search Engine Marketing), na verdade o primeiro está dentro do segundo, como uma parte dele. O SEM é uma área de marketing que está focada nos mecanismos de buscas, e o SEO é uma ferramenta de otimização.

Resumindo, o SEO é uma forma de você melhorar o seu posicionamento nos resultados orgânicos nos sites de busca através de um conjunto de técnicas e estratégias.

Por exemplo no Google, quando você pesquisa por algo, os primeiros links que vem sem a identificação de “anúncio” são os primeiros resultados orgânicos, isto é, links de sites que foram compreendidos pelo Google como apropriados para terem um conteúdo relevante pro usuário que fez a busca. Sites estes que com certeza usaram das melhores práticas de SEO para ganhar um bom ranqueamento.

E o que é um ranqueamento?

Quando o usuário faz uma pesquisa nos buscadores, como o Google, existe uma ordem em que os links de resultados são mostrados. Essa ordem é chamada de ranqueamento, ou seja, a posição que uma página na internet ocupa nos resultados da ferramenta de buscas. Os principais fatores que influenciam o posicionamento de uma página são: relevância do conteúdo, palavras-chaves e a quantidade de links que referenciam aquele material.

7 dicas infalíveis para ranquear melhor seu site:

1. Planejamento de palavras-chaves

Palavras-chaves basicamente irão funcionar como uma pescaria quando o seu cliente estiver procurando por algo dentro dos sites de busca. Pense sempre em como um usuário colocaria aquela frase na caixa de pesquisa, mas fique atento para usar palavras que façam sentido na jornada do seu consumidor. Essas palavrinhas tem que marcar presença durante todo o texto. Dessa forma os buscadores entenderão a sua relevância para o conteúdo e as chances de você aparecer melhor posicionado nos resultados de busca aumentam.

2. Criação de conteúdo relevante

Busque por assuntos relevantes, atuais e que de fato tenham algo para passar. Evite falar sobre temas que não agregam valor nem ao seu produto, nem a sua marca, ou na vida do cliente. Alguns produtos são ótimos ganchos para temas como vida saudável; dicas de viagem etc. Claro que não são os únicos temas relevantes, são só exemplos de assuntos em que as pessoas se interessam de uma maneira geral.

Quando um texto não é relevante pros usuários o google consegue identificar, e acaba “penalizando” o site, deixando-o cada vez mais por último nos resultados de busca.

3. Não faça Ctrl C + Ctrl V

Esse ponto é muito importante. Nunca copie conteúdo de outro site. Existe uma penalização forte para isso e em alguns casos pode resultar até mesmo na retirada do site do ar. Da mesma forma que os sites de busca conseguem entender o que é um conteúdo relevante, eles possuem uma inteligência especifica que não só entende as palavras do texto, mas como o contexto em que estão inseridas. Ou seja, hoje em dia não rola nem o “copia, mas não faz igual”. Não arrisque seu progresso à toa, crie conteúdos originais e você será recompensado com um bom ranqueamento.

4. Qualidade da escrita

Textos com erros de digitação não incomodam só o usuário, mas também a inteligência dos sites de busca. Muitos erros de português, ou palavras escritas com pequenos erros são identificadas pelos buscadores e consequentemente afetam o rankeamento do site que os cometeu. Além disso, fique atento, pois muitos usuários também desqualificam o conteúdo como um todo quando, no texto, há muitas falhas.

5. Canonical Tag

Canonical é um elemento HTML que ajuda os profissionais da web a evitar problemas de conteúdo duplicado na otimização dos buscadores.

Basicamente a canonical tag funciona evitando a que conteúdos duplicados sejam indexados pelos algoritmos dos buscadores. Isso por que, essa duplicidade induz o mecanismo a se enganar em relação ao tráfego ou relevância de um site. Sua principal função é apontar para os algoritmos que uma página tem o conteúdo igual ao de outra dentro do mesmo site e que não devem ser indexadas da mesma forma. Desse jeito, o seu SEO é otimizado porém não prejudica a navegação do usuário

6. Tempo de carregamento de página

Esse é um ponto importante que já falamos em diversos temas aqui no blog.

Otimizar o tempo de carregamento de página não é só relevante para o usuário, mas também para o próprio Google. Quanto maior for o tempo de espera para o usuário, pior será o ranqueamento daquela página. Lembre-se sempre que os buscadores priorizam acima de tudo a experiência do usuário e suas inteligências identificam coisas que a prejudiquem como o tempo de carregamento, texto duplicado, etc.

7. Uso de Meta Tags

Meta Tag é um balizador implementado no código de um website, dentro da área Head (entre as tags <head> e </head>) que transmite instruções a programas externos ou ações simples. Para os sites de busca as Meta Tags são utilizadas para passar aos buscadores instruções sobre o título da página e uma pequena descrição para serem vistos nos resultados de busca, também sinalizam quais páginas devem ou não ser indexadas, dentre outras instruções. Por isso, tem enorme relevância para um bom ranqueamento.

Toda vez que for criar um texto para o seu site, ou blog, faça um check-list dessas 6 dicas, veja com atenção se não há nada que você esteja esquecendo, e tenha a certeza de que com elas seu site estará muito melhor ranqueado a longo prazo. SEO é um trabalho de paciência, e muita prática, por isso dê a atenção devida realmente em cada material textual que produzir para poder ver um bom resultado.