4 Formas De Aumentar Sua Receita Sem Depender De Novos Clientes - Parte 2

Essa é a parte 2 do artigo que apresentará 4 formas de aumentar a receita do seu negócio sem depender de novos clientes. Leia a parte 1 aqui!
III
Grandes líderes sabem que sob a turbulência do caos e da mudança, há uma beleza de padrões e desenhos.

— Amit Ray

Se você já possui uma audiência que compra com frequência, seja o mesmo produto ou produtos similares, não deixe de analisá-la.

Procure por padrões nos intervalos de tempo entre duas compras consecutivas.

Vejamos um exemplo.

Imagine que você perceba que essa audiência compra o mesmo produto de você, de 40 a 50 dias após a primeira compra.

O que você pode fazer com essa informação?

Você pode programar uma campanha de marketing para iniciar poucos dias antes do 40º dia após toda primeira compra desse produto.

Se você não possui uma audiência para realizar essa análise ou se sua audiência não é grande suficiente para encontrar padrões, comece definindo pelo menos uma data após a primeira compra, a partir da qual o seu cliente poderia realizar a compra do mesmo produto ou de um produto similar.

Para definir essa data, você pode se basear nas seguintes informações do produto adquirido na primeira compra:

Vamos ver alguns exemplos desse tipo de campanha.

A campanha abaixo é da marca Prevangen, que vende suplementos para a memória.

Ela se inicia 10 dias antes do primeiro pedido comprado acabar.

Já a campanha abaixo é da Brita, que vende sistemas de filtração de água. Observe que ela estimula a troca do filtro.

IV
É difícil se você também insistir em tratar todo cliente da mesma forma. Ou tratar cada cliente da melhor forma...

— Seth Godin

No seu negócio pode existir uma parcela da sua base de clientes que possui um comportamento de compra muito diferente das demais.

É uma parcela que:

Se você fatura bem com esse segmento da sua base, porque tratá-lo da mesma maneira que os outros?

Não acha que esses clientes merecem um tratamento especial?

Aqui o objetivo é encantar os clientes desse segmento, fazer com que se sintam especiais, se sintam VIPs, preenchendo a necessidade humana que já citamos aqui: o pertencimento.

Assim, você pode esperar deles uma frequência de compra estável por mais tempo, ou seja, uma maior retenção.

Como você pode identificar o segmento VIP da sua base?

Você precisa começar definindo qual ou quais serão os critérios que serão utilizados para definir quem é um cliente VIP.

Como exemplo, aqui estão três maneiras diferentes de definir um cliente VIP:

Uma vez que os critérios estejam definidos, você pode programar campanhas para se iniciarem assim que um cliente se torna VIP.

Veja abaixo alguns exemplos desse tipo de campanha.

A Startbucks possui um programa de fidelidade, o Starbucks Rewards.

Aqueles que gastam mais podem atingir o nível Gold. O programa torna especiais esses clientes Gold, oferecendo mais vantagens, além de um cartão dourado personalizado.

No vídeo abaixo você encontra o Gary, do canal Gary Nakamura, mostrando o seu cartão dourado que chegou por correio.

Já o Uber, em algumas cidades do mundo, possui uma maneira de tornar especiais seus clientes mais fiéis.

Segundo uma matéria da BusinessInsider.com, na cidade de Nova York, após 100 corridas você se torna um cliente VIP.

No caso da cidade de São Paulo, segundo próprio blog do Uber, você se torna VIP a partir de 20 corridas num mês.

Como VIP, a opção de corrida UberX Vip é liberada, e você viaja com os motoristas mais bem avaliados do aplicativo e paga o mesmo preço da tabela da opção mais barata, o UberX.

Abaixo você encontra um dos e-mails enviados quando um cliente se torna VIP na cidade de Nova York.

Já o e-mail abaixo é da Gear4music, empresa do Reino Unido que vende instrumentos e equipamentos musicais.

Ele é enviado para os seus clientes VIPs e o interessante é que você consegue saber o critério utilizado para definir um cliente VIP.

É VIP o cliente que gasta pelo menos 500 libras em qualquer período de 6 meses.

O que você pode fazer hoje?

Você provavelmente sempre terá clientes que só irão comprar uma única vez de você.

Entretanto, eu te encorajo a começar respondendo a seguinte pergunta:

A maior parte da sua base é composta por clientes que compraram uma única vez?

Então pergunte-se: você acredita que pode melhorar a frequência de compra da sua base?

Provavelmente essas respostas te motivarão a começar a pensar sobre o que discutimos nesse artigo.

E baixe nosso ebook gratuito: 6 passos para vender mais, sem precisar de novos clientes.

São 6 passos para você aumentar a frequência de compra da sua base de clientes.

E o que você achou das quatro formas apresentadas? Conhece alguma diferente?

Compartilhe conosco nos comentários!